Ao lado de Haddad, Rui Costa e João Leão fazem caminhada histórica em Salvador! - TV interativa #CHEGAJUNTO

Publicidade


Ao lado de Haddad, Rui Costa e João Leão fazem caminhada histórica em Salvador!

Share This
                                     
Liberdade para o ex-presidente Lula foi o grito recorrente no bairro da Liberdade durante a Primeira Caminha Correria, realizada nesta terça-feira (21) em Salvador (BA).  O ato contou com a presença de Fernando Haddad, candidato a vice de Lula,  do governador Rui Costa e João Leão, favoritos à reeleição, e do ex-governador e candidato ao senado, Jaques Wagner.
O Vice-governador João Leão também foi bem recepcionado pelo povo, onde gritavam "Vai Bonitão!" Leão, um dos políticos mais influentes, pelo carisma com todos, além de uma bagagem cheia de trabalho por toda a Bahia.
Cerca de cinco mil pessoas se juntaram aos três para percorrerem o bairro de maior população negra do país, com aproximadamente 600 mil habitantes, e demostrarem apoio à candidatura de Lula e ao seu plano de governo. Rui Costa definiu o desejo de todos: “Liberdade para Lula, liberdade para o povo brasileiro, porque o brasileiro precisa voltar a sorrir”.




Antes de seguir pelas ruas, Haddad visitou a sede do Ilê Aiyê, primeiro bloco afro do Brasil. Antes, o ex-prefeito de São Paulo se reuniu com representantes de movimentos sociais e concedeu entrevista a veículos de comunicação.
                          A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sorrindo, criança, close-up e atividades ao ar livre
No encontro, transmitiu mensagem de Lula que enviou abraço aos candidatos da chapa majoritária da Bahia e para o povo baiano que ele tanto preza e tem uma relação histórica. Nos dois pronunciamentos Haddad frisou, por diversas vezes, que é candidato a vice, reforçando que o candidato do partido a presidente é Lula e que há um plano de governo que será colocado em prática.
Haddad destacou ainda que o registro da candidatura da chapa e o requerimento emitido pela Organização das Nações Unidas (ONU) e que ordena o estado brasileiro a permitir que Lula dispute as eleições, provocaram impacto brutal no processo político.  
Com informações

Nenhum comentário:

Postar um comentário