Preso há 100 dias, Lula publica vídeo criticando Sérgio Moro - TV interativa #CHEGAJUNTO

Publicidade


Preso há 100 dias, Lula publica vídeo criticando Sérgio Moro

Share This
Preso há 100 dias, Lula publica vídeo criticando Sérgio Moro
Foto: Reprodução / Facebook
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a se colocar como o sonho de consumo do juiz Sérgio Moro e daqueles que não querem que a Operação Lava Jato tenha fim. As declarações vieram por meio de um vídeo divulgado pela assessoria de Lula, que marcou os 100 dias da prisão do petista nesta terça-feira (17). 

“Eu acho que tem uma coisa muito grave acontecendo, porque parece que eu sou o sonho de consumo dos ministros que me julgaram e do juiz Moro, porque me parece que eles não querem, em hipótese alguma, junto com a Rede Globo de Televisão, e outros instrumentos de comunicação do Brasil, que a Lava Jato acabe ou que eu seja inocentado antes de ser preso”, declarou o político. 

Em outros trechos da mensagem que foi gravada em São Bernardo do Campo, horas antes da prisão de Lula no dia 7 de abril, o ex-presidente se diz indignado e repete várias vezes que a decisão que o condenou é política. “Eu me transformei no cidadão mais indignado da história do Brasil. O juiz Moro sabe que sou inocente. Os juízes do Tribunal Regional Federal da 4ª Região sabem que eu sou inocente. Eu queria que eles julgassem o mérito do processo, o mérito das acusações contra mim, que lessem a defesa das acusações e encontrassem um crime que cometi”, completou. 

O pré-candidato do PT ao Planalto também atacou os policiais, procuradores e juízes envolvidos em seu julgamento. Segundo Lula, os envolvidos mentiram e deixaram que suas funções públicas se filiassem a um partido político:  “O que não posso é aceitar que prevaleça a mentira contada pela Polícia Federal do Inquérito, aceita pelo Ministério Público para me acusar e aceita pelo juiz Sérgio Moro para me condenar. Não posso aceitar essa decisão como algo normal”.

Lula está preso desde 7 de abril na carceragem da Polícia Federal, em Curitiba. O político foi condenado a 12 anos e 1 mês de prisão pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro referentes ao caso do triplex do Guarujá, litoral de São Paulo. Confira o vídeo inédito postado na página do político: 

Nenhum comentário:

Postar um comentário