Para evitar ‘implosão’ no PSDB, Gualberto deve desistir de candidatura ao governo - TV interativa #CHEGAJUNTO

Publicidade


Para evitar ‘implosão’ no PSDB, Gualberto deve desistir de candidatura ao governo

Share This
Para evitar ‘implosão’ no PSDB, Gualberto deve desistir de candidatura ao governo
Foto: Luana Ribeiro/ Bahia Notícias
Na disputa entre João Gualberto (PSDB) e Zé Ronaldo (DEM), venceu o democrata. Esta é a avaliação corrente dentro da oposição: o tucano deve retirar sua candidatura para apoiar o ex-prefeito de Feira de Santana na disputa pelo governo do Estado. De acordo com uma fonte muito próxima ao prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), ouvida pelo Bahia Notícias, um dos motivos que levará Gualberto a declinar de concorrer é um receio de prejudicar a própria bancada da sigla, tanto na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) quanto na Câmara dos Deputados. A avaliação dentro da base de Neto é que, caso o PSDB resolva manter a candidatura de Gualberto, os candidatos a deputados estadual e federal da legenda não poderão coligar no chapão que será formado por aqueles que apoiarem Zé Ronaldo. O fato poderia prejudicar a eleição de muitos, já que o chapão é considerado uma melhor forma para reforçar as chances eleitorais dos concorrentes tucanos. “Ele não vai implodir o PSDB”, afirmou essa fonte à reportagem. No entanto, de acordo com um nome da sigla ouvido pelo BN, que não quis se identificar, a situação não é bem assim. O PSDB acabaria coligando na proporcional, de qualquer forma, pois atrairia partidos da oposição, caso a candidatura de Gualberto fosse mantida. No entanto, ele admite que o chapão seria mais vantajoso para o partido. Além disso, a necessidade de unidade no grupo também deve pesar na decisão de Gualberto. “João é uma figura extremamente inteligente. Ele não vai tomar uma decisão que vá de encontro aos interesses da coletividade dentro do partido. Ele é inteligente o suficiente para entender a conjectura do momento. Como a conjectura converge para a unidade, ele não será empecilho para isso”, declarou esse tucano. Entretanto, a avaliação dentro do PSDB é que, ao lançar sua pré-candidatura, como fez na semana passada, e contar com os apoios de Neto, do prefeito de Camaçari Antonio Elinaldo (DEM) e do prefeito de Feira Colbert Martins (MDB), concentrando apoios importantes, Zé Ronaldo tem vantagem em relação a Gualberto. Portanto, está com a candidatura mais consolidada, outro fator que deve pesar contra o ex-prefeito de Mata do São João. Nesta quarta (2), em entrevista ao BN, ele também recuou da postura (veja aqui). Após ser mais incisivo em relação à manutenção da participação na disputa, disse que ela dependeria do partido. Ele vai submeter o resultado das pesquisas internas que encomendou para avaliar seu desempenho eleitoral à Executiva Estadual da agremiação, a quem caberá decidir se o manterá na corrida pelo Palácio de Ondina. O levantamento deve ficar pronto até o dia 10 de maio. O Bahia Notícias tentou entrar em contato com Gualberto para repercutir as informações publicadas nesta reportagem, mas não obteve sucesso.  BN

Nenhum comentário:

Postar um comentário