Estudantes de Feira de Santana-BA criam veículo elétrico que pode ser controlado por celular. - TV interativa #CHEGAJUNTO

Publicidade


Estudantes de Feira de Santana-BA criam veículo elétrico que pode ser controlado por celular.

Share This
Resultado de imagem para Estudantes de Feira de Santana criam veículo elétrico que pode ser controlado por celular

Dois estudantes de Feira de Santana, cidade a cerca de 100 km de Salvador, criaram um veículo elétrico que não polui o ambiente e pode ser controlado pelo celular.
Veículo Elétrico Compartilhado criado por estudantes da Bahia (Foto: Imagem/TV Subaé)
Veículo Elétrico Compartilhado criado por
estudantes da Bahia (Foto: Imagem/TV Subaé)
O "carro" chamado de Veículo Elétrico Compartilhado (VEC) foi uma ideia dos estudantes Carlos Hermon e Robenilson Santos, alunos do curso técnico de mecatrônica. A motivação ocorreu a partir da Olimpíada do Conhecimento, uma competição de educação profissional e tecnológica promovida pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) com o apoio de empresas e organizações.
O VEC é um veículo pequeno, no qual só cabe uma pessoa, mas possui todos os objetos que se encontram nos carros comuns, como retrovisor e farol. Todos os controles do VEC ficam em um painel eletrônico no volante, onde é possível ver informações sobre temperatura, bateria e o velocímetro. Além disso, os estudantes associaram o veículo a um aplicativo e é assim que fica possível controlar o carro com o celular.
 Painel eletrônico no volante do veículo elétrico criado por estudantes da Bahia (Foto: Imagem/TV Subaé)
Painel eletrônico no volante do veículo elétrico
criado pelos estudantes (Foto: Imagem/TV Subaé)
"Nós conseguimos baratear o projeto e usamos peças de motocicleta. Tem a questão que ele é ecologicamente correto, zero poluente. Ele também é totalmente elétrico, e se ocupante quiser fazer uma atividade física, ele pode pedalar", explicou Hermon.
O outro estudante que participou da preparação do veículo, Robenilson Santos, disse que se sente realizado ao ver um projeto que após produzido, conseguiu chegar a etapa final.
O projeto dos estudantes foi elaborado junto com o professor e orientador Edeílson Santos, e durou três meses para ser colocado em prática. O VEC fez tanto sucesso que os jovens foram convidados para serem embaixadores da Olimpíada.
"Esse projeto é muito relevante por conta da questão ecológica, do apelo ambiental que ele tem", explicou o professor Edeílson. (G1 BA)